quarta-feira, 25 de março de 2015

Não é tarde..

Não é tarde. 
É cedo aqui dentro. 
Observo o tempo, as rochas e as ondas que vão e vem.
O silêncio agora é rei. 
Desengavetei os sonhos, coloquei-os ao ar livre para brincar, desempoeirar, fazer festa.
Hoje eu não tenho janela. Tenho a imensidão do céu para admirar.


Sil Guidorizzi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário