quinta-feira, 19 de março de 2015

Saudade..



Saudade da boca. Da palavra louca.

Saudade que não me larga. Me segura com força.

Saudade que não tem culpa.

Tem mistura. Excesso.

Saudade que não é pouca.


Sil Guidorizzi..

Nenhum comentário:

Postar um comentário