sábado, 14 de março de 2015


Tão tarde. 

Tão tarde mas pode ser que eu volte.

Mas não me espere.  Preciso abastecer as prateleiras do coração.

Preciso de um tempo. Preciso de argumentos aqui dentro.

O tempo está frio. Se cuide. Se cubra. Pense que amanhã será melhor.

Talvez eu volte. Talvez deixe apenas o perfume pela casa. Talvez não diga nada.

Talvez eu te  veja antes de partir.

Aproveite e faz uma lista. Fale dos seus desejos. Me deixe um bilhete.

Escreva qualquer coisa pra mim.

Está tarde. O olhar distante.

Talvez eu volte.  Hoje, amanhã. Mas não espere.

Se cuida. Preciso ir.


Sil Guidorizzi..

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário