domingo, 5 de abril de 2015

Estou aprendendo..

Estou aprendendo. 
Se não pelo amor, pela dor. Antes o que era excesso passou a ser mais comedido. Algumas palavras, agora mais contidas. Dizer Eu te amo, só se for do fundo da alma. Se vier da essência, da profundidade do brilho dos olhos. Não sou mais àquela menininha que acreditava em amores eternos. Conheci amores completamente vazios e falsos. Amores que nem foram amores. Mais pareciam náufragos.
Estou sentindo a evolução. O que me atrai agora faz a diferença. Muita. E o que um ou outro pensa, sinceramente não me incomoda. Sei onde estou, o que quero e dane-se se perder a hora. Dane-se se quiser jogar tudo fora. Não vou mais dar trela e muito menos me atrelar a coisas sem cabimento. Já passou da hora.
Quero pés descalços, alma serena. Quero o meu próprio tempo.

Sil Guidorizzi



Nenhum comentário:

Postar um comentário