sexta-feira, 31 de julho de 2015

Ele..

Ele me abraçou e disse: Já passou. Estou aqui. Fica bem, por favor.

Sil Guidorizzi

Relacionamentos acabam..

Relacionamentos acabam quando a gente já veste outra roupagem. Quando já não se sente mais à vontade. Quando nada mais se encaixa. Quando o Amor desgasta. É como deixar roer a corda e levar um tombo.
Aí, sim, a gente (a)corda. E tira o coração de campo.


Ainda prefiro..

Ainda prefiro essa desordem sentimental. 
Esse querer intenso que vem de dentro e que muitas vezes se joga sem freio e sem culpa.


Sil Guidorizzi

Vamos com fé..

A vida é assim. Um dia um tombo. No outro, levantar a cabeça. Um respirar mais fundo, um balançar ao vento e a certeza de que nada acabou. Só quem desiste e joga suas melhores armas ao chão não se ama. Por isso, seguir em frente mesmo diante de tantas adversidades nos torna mais fortes e mais intensos. Recuar as vezes é necessário. Sentir tristeza é normal. Mas nada como um bom gole de persistência e amor próprio para sentir que nossa parte precisa ser feita. Ir à luta com determinação é ser mais ativo, mais consciente de que esse chão e esse espaço também nos pertence. Melhor abraçar com o olhar a vida. E não deixar que nos tomem a esperança. Vamos com fé. Vamos com (per)severança.


quinta-feira, 30 de julho de 2015

Quando distraidamente..


Quando distraidamente lembro de nós dois e do que juntos vivemos, sinto como se não tivesse terminado. O que foi bom a gente guarda no peito. Não condena, não busca respostas. Apenas ama. Ama com ternura, com saudade. Os olhos ainda dançam quando você passa pelo peito, pelo pensamento. É como se agora mesmo eu tivesse passado a mão pelos teus cabelos, tivesse me apoiado nos seus ombros, tivesse brincado com você. Sabe, aquela coisa que a gente não esquece. Pois é. De tempos em tempos o coração te (re)corda, me trazendo você..


Parte superior do formulário

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Amor..

Amor abençoado é amor bendito. 
Amor que não se pede. 
Não se mede. 
Se acomoda dentro do outro pra fazer bonito.

Abraço..



Não preciso de absolutamente nada. 
Só de um abraço. Dentro dele, tudo passa.

Não sei que dia é hoje..


Não sei que dia é hoje. Talvez seja um novo início. Algo para adocicar os dias. Costumo ficar onde está meu perfume. Onde as pessoas vibram comigo. Sou dessas de me agarrar aos sonhos, mesmo sabendo que tudo pode desabar. E nesses dias que antecedem a primavera; onde o sol vem e as tarde esfriam, penso na lua que surge. Nas conversas que tenho silenciosamente com Deus.
Ando diferente. Nostálgica, ainda lembro daquela primeira vez que te beijei. Lembro da xicara que você me deu, penso em tantas coisas. Coisas visíveis ao olhar, ao sentimento bonito. Não sei que dia é hoje, que sentimento terei amanhã. Quem estará de mãos dadas comigo. Se vou continuar sendo meu avesso, meu inverso. Se continuarei ralhando das minhas neuras e culpas. Ou quem sabe estarei mais longe, atravessando as fronteiras da vida. Adormecendo em nuvens coloridas. Beijando o céu, de alma mais aquecida.
No fundo sou só uma menina. Menina-mulher. Querendo ser feliz.


Você não precisa..

Você não precisa de uma lista de motivos pra seguir. 
Basta que o coração entenda que precisa ser feliz.
Simples assim.


Sil Guidorizzi

A gente tem que viver..



A gente tem que viver. Parar de questionar tanto. A vida é como uma caixa de bombom. Ninguém sabe o que vem dentro. Ela faz planos pra gente. Por isso, não adianta apelar, reclamar. Melhor deixar que o rio siga seu curso e que portas se preciso, sejam fechadas.


Ela...

Ela fechou os olhos. E quanto mais se aprofundou, mais deixou o raso descartado em meio ao caminho.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Ando tão..

Ando tão à flor da pele. Ando tão você, meu amor.

Sil Guidorizzi

Pense..



Pense no que lhe é importante agora. Pense nas pequenices que te fazem feliz. Pense em quanta coisa boa você tem para fazer. Não pense em quem não pensa em você. Não entregue tua paz nas mãos de quem quer te revirar inteiro a troco de nada. Faça teu momento valer. Faça tua vida valer. O importante é que você de alguma maneira se encontre. Mesmo que demore. Por mais que se queira entender algumas coisas e pessoas, melhor tentar se compreender. Muita coisa passa, sentimentos passam, emoções ficam. A vida é sua. Se cuide. Vá viver.


segunda-feira, 27 de julho de 2015

Ele diz..

Ele diz que sua inspiração vem do tom natural dos meus lábios. Do gosto macio. Do olhar que conversa e ri. Que o tom carmim é pra uma outra eventualidade. Ele é o menino dos meus olhos. É meu momento de paz que adquiri pelo caminho.

Sil Guidorizzi

Tem gente..

 
Tem gente que chega e a gente não quer que seja despedida.

Sil Guidorizzi..


O Amor é destino..

O Amor é destino. Desatino. O Amor acontece. E quando chega, nos desbrava, nos afronta, nos provoca. Nos desarma. Nos toca no fundo. Nos tortura. 
Um dia ele bate a nossa porta, um dia ele pede a cópia da chave. Adentra, toma conta. Não me pergunte porque. Não devemos subestima-lo. Ele sabe a força que tem.

Sil Guidorizzi


A vida é...

A vida é respiração, (ins)piração. Direcione seu coração e sua energia para a construção de coisas mais sólidas e importantes em sua vida. Use-a para o lado bom, para o lado que te traga para mais perto de suas realizações e felicidade.
Não se desgaste com coisas inúteis. Concentre-se em coisas boas e deixe que tudo flua naturalmente. Você se sentirá mais seguro(a), mais livre e mais em paz.

domingo, 26 de julho de 2015

Ontem..

Ontem ao entrar em um Shopping perto de casa, parei para tomar um café. Me sentei perto das lojas e fiquei observando as pessoas. Notei um casal mais a frente.
Não tinha como não reparar neles. O rapaz sorria e beijava a moça demoradamente dizendo coisas que a faziam também sorrir. Ficaram ali se abraçando. Ele com a mão em volta da sua cintura; de rosto colado ao dela, beijando-a como se não existisse mais ninguém a sua volta.
Estavam vestidos de forma despojada, alegre. Ele carregava uma mochila nas costas. Ela, de blusa amarrada na cintura. Tinham mais de 30 anos. E o que pude notar assim como as pessoas que não resistiram em dar uma olhadinha, é que o amor existe. Existe na forma mais simples de contato.
Ali, no meio da passarela sem se importarem que estavam num shopping. E eu admirei aquilo. Via no olhar dele o quanto gostava dela. E ela, dele. De repente, ele a pegou pelas mãos e saíram.


Sairam dali de mãos dadas, colocando a conversa em dia. O amor está ai. Nesses esbarrões do cotidiano. Nessas coisas miúdas e simples. Fiquei ali sentindo o momento deles. Bonito de se ver.

sábado, 25 de julho de 2015

O tempo passou.

O tempo passou e o amor não desistiu de ser feliz. Naquela tarde fria de inverno, havia um céu um tanto encoberto, com todas as possibilidades do sol ressurgir. 
Havia uma paz infinita, haviam flores espalhadas e um tom carmim. Havia mistura dos sons entre as avenidas, as passagens (re)cobertas. 
Havia um abraço longo em meio ao olhar desatento de alguns transeuntes. Havia uma declaração do tempo. 
E eles se cabiam ali entre silêncios, carinhos. Um dia sem pressa, sem espera. Um dia realmente bonito.
Sil Guidorizzi.


Permita-se..

Uma vida sem emoção, sem cor, sem memória, não é viver. 
Permita-se. Dê-se esse prazer.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Só quero viver.

Não quero acertar sempre.
Só quero viver.
Se precisar abaixar as cortinas e sair de cena, abaixo.
Se quiser mostrar o olhar de curiosidade mostro.
Se pedir silêncio, eu mesma faço.
Vou pelo lado que convém. Se é contrário, se é a favor tanto faz.
Quero mais que os dias nasçam pra que eu não morra sem antes viver cada segundo.
Não quero acertar sempre. Ainda vou errar e muito.


Sil Guidorizzi.

Ainda lembro..


Imaginei um futuro pra gente. Depois que você voltou e me revirou por dentro. Depois que voltou para me pedir perdão. Te perdoei mil vezes, te amei outras tantas, te odiei. Chorei saudades, chorei em cima do teu travesseiro. Não segurei a barra. Não quis mais saber.  Você foi volta, foi saída pela porta.
Mesmo assim ainda te lembro.
Saudade de você.

Sil Guidorizzi.


Te quero..



Te quero bem. Sempre quis. Mesmo em dias de chuva. A água limpa, purifica. (Re)nova. Não há mal que domine, quando o que desejo é que você vá em paz. E que ganhe o mundo com a coragem que Deus lhe deu.

Sil Guidorizzi

quinta-feira, 23 de julho de 2015

É um degrau a mais..

É um degrau a mais, um tropeço. 
Um esbarrão, um empurrão. 
É a intuição. 
Uma força superior que nos levanta. 
Uma mão que estende-se pra nós. 
É o afago de Deus na hora da oração. 
É a imensa necessidade de paz no coração.



O dentro transborda..



O dentro transborda.
O silêncio suporta.
A vida segue.
Ninguem nos carrega.
E a gente quer.
Tenta
Dispara o coração
Vive o amor.
Colhe flor.
Beija borboleta.
Sente paz, sente dor.
Isola-se.
Abre uma nova página.
Empresta a alma.
Coloca um novo capítulo.
Não desiste.
Segue rascunhando ou passando a limpo.
Na introspecção de quem ainda
não terminou,



Vou solta...

Vou solta. Vou numa dessas manhãs que arrebatam o peito. Não quero guerra. O olhar busca tratado de paz. Quero é mais para quem não me entende. Quero é mais para quem não me vê. Sou feita de silêncios, sons, gestos simples. Rabiscos e rascunhos.
Mas meu passado não passei a limpo. Guardei como prova de que existo. De que me superei. Agora, a vida está boa, mais encaixada. Menos pesada. Os ombros mais livres. Os pés sentem o que vem da terra, o olfato sente o cheiro do café forte que desce quente, mas de maneira suave; enquanto pinto meu arco íris na tela da vida.
Vou solta. Não me prendam não me condenem, nem me julguem. O que eu sou, eu sou. E me faço valer a pena. Mesmo que as duras penas. É isso, muita vontade de aprender, muitos sonhos na cabeça e sorriso nos lábios. A tristeza adormeceu, caiu em sono profundo. Estou sem tempo para reprisar coisas ruins. Acho que no fundo voltei das cinzas. O céu está mais azul. Está num tom mais profundo, tem mais luz.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Quero teu perto.

Quero teu perto.
Teu lado que aflora.
Quero que a lua nos namore.
Quero o amanhã que logo chega.
O sol que encanta poema. 
Quero o peito largo, a respiração solta.
Quero você.
No tempo das horas, na boca que beija e prova o gosto do amor..
Quero teu agora, nosso hoje.
Vida que nos abraça e nos coloca frente a frente com o uivar do vento, o balanço lento. Nesse tanto de luz que nos cabe.
Me embala agora.
Me leva embora, pra perto do teu silêncio.
Feito viagem pelo céu.
(Sil Guidorizzi)..

terça-feira, 21 de julho de 2015

A gente..

A gente tem aquilo que merece. 
A saudade que precisa. 
O amor que vem e faz morada pelo tempo que for no coração.

Sil Guidorizzi

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Talvez..

Talvez eu seja trágica. Talvez, seja cômica. "Tragicômica". 
Talvez eu seja muitas coisas que ainda não explodiram no peito, não rasgaram o alicerce da alma.
Eu só sei que quero dançar, quero abraçar meus sonhos enluarados.
Quero romper a barreira do pensamento. 
Quero mais emoção.
Quero o que couber. 
Quero abrir portas e janelas e respirar vida. 
Estar para o que der e vier.


Sil Guidorizzi

Menina..

Vai, menina. Acorda! Coloque as ideias na cabeça e o coração pra interagir.
Surpreenda-se. Viva seu momento. A vida está te chamando lá fora.
Não pense em parar. Muito menos em desistir.
Quero teu sorriso solto, e um milhão de motivos pra que você seja feliz.


Eu acho..

Eu acho que a gente nasceu para ser feliz. Nasceu para brilhar, para descobrir o mundo. Nasceu para viver. Porque não há dia a dia que não se aprenda. Ninguém vive dentro de uma bolha. Ninguem pode se isolar do convívio. A vida é luz, é espaço, é infinidade, querência. Cada um sabe das suas dores, mas também sabe da delícia que é ser o que se é. Da sensação de plenitude no peito. Aquele que não inveja, que tem sua marca de autenticidade registrada, vive melhor. A cada um seus sonhos a cada um o seu fardo; nesse caminho que foi traçado. Seja no branco no preto, seja no colorido dos dias.
Viver é maravilhoso para quem cuida de si, luta pelos seus sonhos. E não tem tempo de preocupar-se em atrapalhar quem também faz morada aqui. Eu acho que tem lugar para todos. Tem um cantinho quente para quem precisa. Tem aconchego para quem busca paz. Para que se ferir tanto. A vida de cada um é algo que ninguém jamais conseguirá roubar. E muito menos vivê-la.
Cada um que aproveite a sua. E cuide da mesma.


domingo, 19 de julho de 2015

Quando o Amor acontece.


O coração já dava sinais de saudade. Um longo abraço, um até breve. Um volto já. Retornei com o cheiro da alma dele impregnado em meu corpo. O beijo ainda quente em meus lábios. Voltei desorientada, desconcertada, sem saber ao certo o que seria dali em diante. Pensei nele. Pensei na última conversa. Na maneira dele andar de mãos dadas comigo, na maneira dele me querer. Nesse sentimento que me absorve.
Ainda não me acostumei a isso. A essas partidas com volta sem data marcada. 



Sil Guidorizzi..

É só..

É só um pouco de loucura e desequilíbrio. 
Para sentir as paralelas, as transversais, andar pela contramão. 
É essa coisa de não ser tão certinha. 
É só essa pressa desarvorada de correr e chegar logo até teu coração.

Sil Guidorizzi..






Singelos..

Singelos são alguns abraços. 
A gente corre pra eles, como se fossem mágicos.

Sil Guidorizzi..

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Te roubar pra mim.

Vou pular a janela do teu coração e te roubar pra mim. 
Acredito em amores possíveis. 
Passíveis de felicidade, sim.

Sil Guidorizzi

Começaria..

Começaria tudo outra vez se fosse com você. Amor antigo, amor escrito que não se apaga. Amor de estrela. Que brilha. Que aterrisa no subterrâneo da alma. Começaria tudo outra vez pelo lado de dentro. Abrindo portas e janelas, arejando o novo tempo. Passando perfume, te tirando pra dançar. Começaria como se nunca tivesse acabado. Apenas tivesse adormecido e retornado de um sono profundo. Sem jamais ter deixado de te sonhar.

Sou feita..


Sou feita de retalhos, cicatrizes. 
Sou feita de alma. 
Feita das coisas que escolhi. 
No fundo é isso. Acho que aprendi. 
Mas quero o tempo solto. 
A brisa boa batendo no rosto. 
Ser feliz.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Vai, Menina.

Vai, Menina. Não pense tanto. 
Não deixe o olhar esquecido na gaveta. 
Se arrume se aprume. Mostre a que veio. 
Esqueça os desafetos. 
Seja mais afeto, seja mais Amor. 
Descubra-se, transforme-se. 
Ninguém vive sua vida por você.