quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Acordei agradecida..

Acordei agradecida. 
Acordei com os pés no chão e a alma pedindo passagem. 
É tempo de seguir viagem..

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Vai...

Vai, porque você não merece colocar tua felicidade em cárcere privado. Merece pintar todos os dias teu próprio arco-íris.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Arregacei as mangas da alma e pus a vida pra andar..

Muitas vezes pensei em me jogar numa cama e não mais me levantar. Pense em tempos difíceis. Assim foram. Época em que o coração não tinha prumo, a solidão batia na porta toda noite e eu apenas pensava em desistir.
O choro muitas vezes incontido, vinha do fundo do poço que já estava cheio e queria transbordar. O olhar pequeno, quase fechava-se com vontade de não querer mais enxergar um outro caminho. Dizem que depois de uma grande desilusão a vida perde o gosto do doce. E o amargo fica dentro da alma por um longo tempo, até que a gente se refaça.
E nesses tempos difíceis, a vida foi me mostrando a força que eu mesma achava que não tinha. E ao olhar para a cama onde só queria me deitar ou o sofá que poderia servir de encosto para meu sofrimento, vi que não serviriam de nada.
Foi quando arregacei as mangas da alma, e pus a vida pra andar. Pus o coração pra trabalhar. Pus a dor num canto e reuni o que tinha dentro de mim pra seguir em frente.
A roupagem de dentro, esfarrapada. A vida lá fora com o sol brilhando e o céu se abrindo. As lágrimas de chuva foram cessando, e os dias foram novamente se abrindo feito manhã abençoada por Deus. Alguns anos se passaram desde então.
Vez em quando vem aquela alfinetada de saudade, aquela sensação de que poderia ter sido tudo diferente. Mas Deus sabe o que é bom. Deus sabe quando é hora de partir. Deus cuida de tudo pra gente. Entre um insight e outro, penso que daria uma grande história. Dessas que a alma escolheu em outra vida, e daria tudo por um final feliz.


Com uma das mãos...

Com uma das mãos ele me mantém segura.
E com a alma, ele abraça por inteiro o meu coração.

E hoje é só um daqueles dias..

E hoje é só um daqueles dias que despretensiosamente eu paro pra te perceber..

domingo, 27 de setembro de 2015

Te amo..

Te amo sem ponto final. Na saudade do pensamento.
Te amo nas entrelinhas, na nossa fuga silenciosa.
Te amo na infinitude do meu pensamento que sempre te alcança.
Te amo no balanço da vida, na curva do destino.
Em qualquer parte que minha pele atiça e o corpo te pede enquanto me aninho.

Não me queira perfeita..

“Não me queira perfeita. Não me queira nos seus moldes. Fui feita sob medida pra viver a vida do meu jeito. Sem cortes...”
Sil Guidorizzi..

Já hasteei a bandeira da paz..

Já me esqueci de muita gente que me esqueceu. Já hasteei a bandeira da paz dentro de mim. Se quiser ficar fique. Se quiser ir vá. Não coloco mais mordaça nos meus sentimentos. Não (re)corro a chantagens emocionais pra conseguir o que desejo.
A vida passa, pessoas passam. Amores vão. Amizades acabam. Pessoas especiais chegam.
As dores vão se esvaindo e cicatrizando. O sorriso não pode ser perdido e muito menos deixado pra lá. A esperança precisa ser cultivada feito jardim dentro do peito.
O que passou, passou. A vida tem vários ângulos.
Agora observo o que me interessa. Atraio pra mim o que realmente quero. Quero uma casa sem portas e janelas e ser a guardiã dos meus próprios pertences. Quero olhar e sentir a brisa do mar.
Quero meu momento sem agressões. Já me machuquei demais por dentro.


sábado, 26 de setembro de 2015

Em primeiro lugar..

Em primeiro lugar quero agradecer a Deus. Por conseguir atravessar o tempo muitas vezes em períodos solitários. Muitas vezes usando a razão pra disfarçar o coração. Muitas vezes sofrendo calada e dando a cara pra bater.
Agradecendo por não ter me abandonado e ter feito de mim uma pessoa melhor apesar dos escorregões, das perdas, da ausência de quem eu sei que jamais voltará.
Agradecer, somente agradecer. Pelo alimento diário que recebo na alma. Pela necessidade de mostrar a mim mesma que ainda posso muita coisa. Inclusive, viver feliz.
Sil Guidorizzi

Sou um pouco menina..

Sou um pouco menina, um pouco mulher.
Vai do que a vida pede, do que o coração quer.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Tem momentos na vida que precisamos nos reciclar.

Tem momentos na vida que precisamos nos reciclar, nos (re)organizar. Jogar fora aquele acumulo de poeira emocional; jogar fora aquele velho guarda roupa; arrumar gavetas; nos libertar de certas correntes que ainda insistem em nos prender ao pé da cama. Tem momentos na vida que é tudo ou nada. Ou você vai e enfrenta, ou deixa tudo como está e se acomoda. E quem muito vive de mesmice dizendo que não consegue mudar, é porque já aceitou tudo como é. É preciso acordar e ver que a vida continua aí, e o que fazemos para modifica-la ou melhora-la depende só de nós. E o bom é respirar sem se sufocar. Perfumando mais o próprio ar, (re)decorando as paredes do coração. Dando mais brilho, mais alegria, mais cor. Mais emoção.

Sil Guidorizzi..



E a gente..

E a gente interrompe o silêncio e transforma em sorriso o que o coração deu vontade de falar de repente.

Tenho vivido do suficiente..

Tenho vivido do suficiente. Vivido da minha paz. Vivido das minhas conversas silenciosas com Deus. Vivido das pequenas alegrias diárias. Dos meus humores. Ouço rumores, ouço boatos, ouço conversas paralelas que em nada me interessam. Tenho vivido com uma certa coerência, mas sem ser indiferente ao que preciso. O dia está bonito, as coisas estão se ajeitando. Ainda quero rabiscar, apagar. Escrever de novo. Captar imagens, pessoas, lugares.
Em dias de nostalgia sou preto no branco.(...) Não quero ser tão óbvia a ponto de me mostrar tanto. Escancaro aos poucos. Mas é preciso saber chegar. Saber ficar. Saber seduzir esse tanto de coisa que borbulha feito café quente. Feito mãos que se tocam. Feito beijo interminável. Enquanto isso me deixo aqui, entre meus sentimentos misturados.. De janela aberta, vista pro céu. E no olhar, algo indecifrável.


Sil Guidorizzi

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Amor é amar..

Amor é amar. É abraçar a retina dos olhos e se enroscar. 
É não ser exigência. É deixar ser. Deixar ficar.

Sil Guidorizzi

Esqueça..

Esqueça os invejosos, os maledicentes, os incrédulos. Siga em frente, e com tua peculiaridade mostre a que veio.

Por onde eu for..

Por onde eu for, saiba que você sempre será aquela música que toca em mim..


Dê luz ao teu caminho..

Se você se rejeita, está rejeitando a vida. Porque pouco importa o que o outro pensa a seu respeito. O que importa é você se aceitar da melhor maneira possível. Com todas as suas imperfeições. Se rejeitar é pior do que ser rejeitado. É como deixar de viver e deixar que qualquer um faça o que bem entender. Não se esconda da sua própria realidade. Rejeição dói. Não faça isso consigo mesmo. Seja feliz a sua maneira. Acorde para a vida e sinta a alma ao vento. Dê luz ao teu caminho e brilhe. Não desperdice esse tanto de vida que você escolheu antes de chegar aqui.


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Geralmente minha lucidez..

Geralmente minha lucidez está nas loucuras que cometo.

Dê-se um pouco de remanso..

Entregue seu coração nas mãos de Deus. Vá colhendo seu aprendizado. Apare as arestas, procure ouvir-se mais.
Por mais que a vida peça pressa, esqueça-se um pouco de tantas urgências. Dê-se um pouco de remanso.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Quero começar um novo capítulo..

Quero começar um novo capítulo sem viver a base de rascunhos, sem tentar salvar o que naufragou no íntimo.
Preciso de uma nova primavera, sentir o frescor do novo. Sinto que preciso ir em busca do desconhecido.

Uma das coisas..

Uma das coisas que me faz feliz nesta vida é saber que evoluí. Que estou de consciência tranquila. Estou com o coração em paz e a alma tem sido uma boa companheira. Que deixei pra trás o que me incomodava. Que já não sou mais a mesma para algumas coisas. E que isso na verdade me trouxe mais paz. Me trouxe mais confiança. Porque não existe coisa pior do que carregar nos ombros o que não é seu. E que aquele tempo que hoje não mais me pertence, felizmente passou.
Sil Guidorizzi



Através do olhar..

Através do olhar podemos dizer e decifrar muitas coisas. 

Cada um carrega dentro de si os seus mistérios.


domingo, 20 de setembro de 2015

Pouco você saberá...

Pouco você saberá, se não conseguir abrir a alma com a chave do olhar.
Sil Guidorizzi

O que eu sei..


"O que eu sei, é que quero fazer da minha permanência aqui neste mundo terreno, algo que realmente me faça evoluir espiritualmente. Algo que me faça dizer: Cheguei onde era preciso. Sem atropelar ou passar por cima de ninguém. E sim, por merecimento e fé durante o caminho".

sábado, 19 de setembro de 2015

Teu sorriso..

Teu sorriso faz o coração suspirar. 
Faz cada manhã ser mais amanhecer perto de você.

Que teu olhar seja de curiosidade..

Que teu olhar seja de curiosidade e alegria. 
Que entre sonhos e realidade, a vida te surpreenda de uma forma bonita.

Sil Guidorizzi


sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Amor incondicional..

Uma das melhores coisas que Deus nos deu, foi o amor incondicional. 
Esse, sem fronteiras. Que abraça e aperta forte.
Que nos torna especiais.

É meu tempo..

É meu tempo. Minha bagagem.
Meu estado emocional que anda em jogo.
È com minha permissão ou não que sigo em frente.
Na alma ainda tenho marcas pisadas do que ainda não consegui esquecer.
È natural que algo ainda fique.
Mas nada que me impeça de viver.

É preciso saber viver..

É preciso saber viver, eu sei. Mas melhor seria se fosse com você.

Precisamos zelar..

Precisamos zelar pelas pessoas que amamos. Estar com elas. Viver próximas a elas mesmo que em pensamento. Mesmo que por algum motivo não possamos estar ao seu lado. Mas que saibam-se amadas. Saibam-se queridas.Um dia partiremos.Um dia elas partirão. E o significado de nossa existência é mostrar o quanto nos elevamos, o quanto aprendemos com elas e elas conosco.
Respeitando-as, aceitando-as e pedindo a Deus que as proteja, assim como somos protegidos. Do fundo do nosso coração.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Guardar rancor adoece..

Um ombro amigo na hora certa é como bálsamo. VIver só para si é egoísmo. Guardar rancor adoece. Ofensas não levam a nada. Criticar o outro o tempo inteiro é enxergar seus próprios defeitos. Só progredimos quando não há involução na alma. Por isso que Deus nos deu as provações e a paciência para ser exercitada. O perdão para ser oferecido. Deus dá, Deus tira. Já tem tudo traçado. Nós somos apenas os seus aprendizes..


Sil Guidorizzi

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Aí a gente aprende..

Aí a gente aprende que falsidade não veste. Honestidade cabe. Aprende que apesar de doer, vai passar, vai curar e vamos seguindo em frente. Aí a gente aprende que aquele livro de cabeceira lembra tanta coisa, e que o tempo não é traiçoeiro. É verídico. Que para passar para outro ciclo é preciso fechar o outro. Que para reacender o olhar tem que se amar mais por dentro. Aí a gente aprende que a vida não anda só de brincadeira. Que muita coisa séria também faz parte da balança e o que a gente precisa, é fazer escolhas e arcar com isso.
Aí a gente aprende que pode dar muitas voltas e voltar ao mesmo lugar buscando aquele sorriso. Que Deus nos deu uma missão que por vezes parece impossível.
Aí a gente aprende que vez em quando é preciso ser indiferente. É preciso fechar-se em silêncio e não se mostrar tanto assim. Que cada um carrega sua história, calça o seu sapato e caminha sentindo suas dores e alegrias. Aí a gente aprende que viver não é sacrifico. É aprendizado por vezes doido. Mas que vale a pena por ter amor no meio de tanto conflito.
E que por um momento é bom (re)fletir e se guardar pra que ninguém incomode. E a gente se importe somente com o que for preciso.

Tem gente que rouba a cena..


Tem gente que rouba a cena quando sorri. Quando se mostra na beleza de um simples gesto. Tem gente que já nasce flor. Tem luz, tem cor. E a gente só quer por perto.

Sil Guidorizzi

Você chegou..

Em teu peito te confidencio a saudade. Você chegou feito colo bom..

Sil Guidorizzi

É preciso manter a chama acesa..

Já fui fera. Já fui ferida. Já feri. Mesmo assim, continuo com o mesmo olhar. Aquele que sobreviveu ao apocalipse e ainda está aqui. Aprendi que é preciso manter a chama da vida acesa. É preciso ser feliz.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Aproveite pra agradecer..

Aproveite pra agradecer. Aproveite pra sentir como é bom poder estar aqui mesmo diante de qualquer adversidade. Na verdade, é preciso apenas deixar que tudo corra conforme o que foi planejado por Deus. Se apegue nele. Na sua paz, na sua conversa silenciosa. No que Ele tem a oferecer.
Amém!
Sil Guidorizzi

Só eu sei de mim..

Em algum momento mais ameno, talvez enxugue meu rosto, limpe minha alma e siga em frente. Sei que não deveria ser assim. Sei que o que fica, entranha. Fica sob os meus cuidados. E assumo. Mas tem coisas que ainda não estou preparada para deixar ir. Tem coisas que ainda quero que ocupe espaço na sala, enfeite a parede do quarto, perfume os lençóis e não vire poeira no tempo.
Só eu sei do meu tempo. Só eu sei de mim. Só eu sei o que pode ficar e o que deve ir. Quem sabe numa outra hora numa negociação com o presente, eu deixe o passado que ainda ronda soltar as amarras e levar aquele finalzinho de história para seguir com o vento. Por enquanto ainda ficará sob meus cuidados, sob meu olhar, sob meu silêncio.

Em teu peito..

Em teu peito te confidencio a saudade. Você chegou feito colo bom..

Meu olhar sangra..

Meu olhar sangra a cada vez que vejo mais crianças perdendo suas vidas por conta destas travessias a que se submetem os refugiados. Me dói, me dilacera. São cenas que marcam, comovem. Que estas pessoas sejam tratadas com mais dignidade e respeito. Elas não são um amontoado de lixo. São Humanas, passando pelas piores provações. Só querem recomeçar e ter um pouco de paz para viver. Porque de guerra o coração não aguenta mais.
Que Deus as ilumine. Ilumine suas vidas, e que consigam chegar a algum destino que as façam enfim, descansar. E que estas crianças sejam recebidas por anjos. Porque também já ganharam asas. 
São anjos de luz que partiram cumprindo sua pequena missão.

domingo, 13 de setembro de 2015

Meu bem..

Meu bem..
Eu sei que em algum momento meio torto e confuso você aparecerá. Impossível a vida me revirar tanto e não te deixar acontecer..

Prefiro assim..

Prefiro palavras sinceras. Ouvir a verdade por mais que doa. Prefiro o beijo que me silencia. A mão que me afaga. Prefiro ter sintonia com a vida, com as pessoas que interagem comigo e que não se escondem de si mesmas. Prefiro assim.

As pessoas..

As pessoas não se olham mais nos olhos. Mudam o humor em questão de segundos. Sofrem de amnésia seletiva. É a doença do nosso século. E cada vez mais me convenço de que a minha própria companhia ainda é melhor do que qualquer pessoa que um dia me abraça e no outro sequer me reconhece.

Dentre tantos pensamentos..



Dentre tantos pensamentos, sentimentos e desejos, só queria mergulhar dentro do teu abraço. Dentro dele tudo se dissolve. É lenitivo pro coração.

Vamos combinar..

Vamos combinar que pra ser feliz ninguém precisa de autorização. É só dar uma espiadinha lá fora e ver o que acontece. E deixar que a vida tome conta de tudo. Inclusive do teu coração..

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Te amo assim..

Te amo assim, desse jeito. E todos os dias peço a Deus para te proteger. Sei que em mim cabe muito mais do que penso e meus desejos por você não esfriam em nenhum anoitecer. Teu abraço tem conversa, laço. E teu sorriso tem sensação de morada.
Você é culpado das minhas noites inquietas e mal dormidas enquanto saudade. Da sensação de loucura e paz a que me remete. Me perdoe se repito teu nome. Se me jogo em teus braços cada vez que te vejo. É como (re) moçar. É como (re) viver o que um dia, em algum lugar, já vivemos.
É essa sensação gostosa e ímpar de sentir tua mão me levando com você, pra qualquer lugar.

Que Deus abençoe...

Que Deus abençoe a profundidade da vida. A leveza da alma. Que possamos ser verdadeiros em nossos sentimentos. Que esta linha tênue que nos liga ao íntimo, nos engrandeça como seres humanos de forma natural e simples. 
Viver é um ato de amor. Viver é ser. É eternizar momentos e em paz agradecer.

O tempo só demora..

O tempo só demora pra quem não consegue seguir com a própria trajetória. 
É tempo de abraços, de contar estrelas, de navegar entre um sentimento e outro. 
É tempo de não pensar tanto. 
È tempo de viver essa vida breve, sentindo-se importante.

quinta-feira, 10 de setembro de 2015