quinta-feira, 31 de março de 2016

É uma pena..

É uma pena rabiscar teu nome no espelho, e ver que o reflexo da tua ausência ocupou o teu lugar.


quarta-feira, 30 de março de 2016

É hora de abrir os braços..

É hora de abrir os braços e sentir-se amado.. É hora de ser amor..



Não quero outra alma..

Não quero outra alma. Apenas espaço. Quero que a vida abrilhante meus olhos e o sorriso não se perca em nenhuma esquina sombria e fria.
Não quero nada que não seja meu. Sou apenas dona dos meus atos, das minhas euforias, das minhas manias. Dona de cada pensamento que brota e flui.
Não quero nada de mais. Só preciso de mais alvorecer, mais luz, mais amor, mais felicidade. 
Preciso extravasar esse muito de vida.

terça-feira, 29 de março de 2016

Amor..

Amor é quando a gente amanhece com o gosto bom do outro nos lábios, na alma, na pele. E a gente quer mais; quer matar a saudade de um jeito breve.

Em algum lugar..

Em algum lugar sei que me deixei. Mas também sei que não me esqueci..

Me perdoem..

Que me perdoem as cópias mal feitas. Mas eu ainda continuo sendo original.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Eu não deixo pra lá..

Eu não deixo pra lá. Não deixo o que em mim resiste. Sou a favor do tempo bom, das coisas que acontecem naturalmente.
A vida sempre dá um jeito de presentear com algo bonito.
Eu não deixo pra lá o que me acolhe, me mostra sinceridade, me balança feito criança enquanto sonho, ou deliro.
Tanto faz. Faço da minha ausência, presença em mim. Saio, atravesso avenidas, leio livros, sinto cheiro de perfume ao entardecer..
Sou assim.. Dentro da minha completa loucura, me sinto sã. Me sinto saudável. E dentro desta minha peculiaridade, vou levando. Vou me encantando. Vou seguindo o curso do meu rio. Quero esse outono (re)novando meu espírito, trazendo novas cores e quem sabe um novo amor. Fresco, e pronto, colhido por mim..
Sil Guidorizzi.


domingo, 27 de março de 2016

Tenho asas...

Ninguém precisa pensar como eu. Ninguém precisa entender o que eu entendo. Só sei que certos abismos não me levam pra baixo. A alma anda ereta. Aprendeu a suportar o peso da culpa e também a se perdoar. Agora sei onde o sinal de perigo bate. Até onde eu posso ir. Não me leve a mal, mas me quero bem. Estando bem, consigo discernir o que a vida tem de melhor pra mim. Consigo enxergar por cima dos ombros e ver o horizonte ao fundo. Redemoinhos não me sugam. Tenho asas. Vou na minha toada. Vou em paz e atrás do que realmente busco.


Esteja aberta as surpresas do destino..

Ellen acordou meio sonolenta. Olhou o celular, viu que já havia passado da hora de se levantar. Os olhos mal conseguiam abrir.
Levantou-se, foi até o banheiro, olhou-se no espelho, lavou o rosto e deu-se um oi.
É, não estava assim de toda tão ruim. Os cabelos ruivos e compridos contrastavam com algumas pequenas e charmosas sardas que emolduravam o seu sorriso.
Lembrou-se da noite passada. Do (re)encontro que teve com um antigo amor que não via há tempos. Por coincidência, Marco chegou a passeio na mesma cidade em que ela mora. Isso talvez tenha mudado a rotina do seu coração. O fato de tê-lo encontrado ao acaso, sem imaginar que ali havia algo indecifravel e ao mesmo tempo bonito.
Um pouco mais maduro e agora com uns fios de cabelos brancos misturados ao seu tom castanho, não o fez perdeu a morenice. Não o fez perder aquele ar brincalhão e sorridente que a levou a atravessar pontes pra chegar até ele.
Uma troca de olhar mais demorada do que o habitual e tudo veio à tona. O estômago embrulhou, o coração teve crise de taquicardia. Conversaram, trocaram telefones, e-mails, tudo que podiam. Voltou ao quarto, deitou-se novamente na cama. Perdeu-se em pensamentos e novamente perdeu a hora..
Deu um salto e tratou de arrumar-se. O dia ganhara mais força. O olhar, mais brilho. E assim ela foi. Sabendo que mais tarde teria notícias e poderia vê-lo de novo. Esperaria ansiosa por aquele tempo que de repente voltou. Sentiu-se abraçada pelo acaso e agradeceu por ele estar novamente em seu caminho.
Lembrou-se das palavras de uma antiga cartomante: "Esteja aberta as surpresas do teu destino".

Uma alma...

Uma alma que aceita sua condição terrena, torna-se mais bonita e vistosa. Não se condena.
.
Sil Guidorizzi


sábado, 26 de março de 2016

Às vezes..

Às vezes sinto cheiro de mato e terra molhada. Às vezes é saudade encharcada feito tempestade no peito. Às vezes são os olhares que se cruzam entre um sorriso e outro. Tudo tem o tamanho da imensidão de um céu que hoje amanheceu sem nuvens. Tudo carrega teu nome, teu corpo, tua alma. Às vezes em um minuto. Ou na eternidade desse amor que dança conforme a melodia do vento.. 
No fundo, eu amo.Te amo muito.
Sil Guidorizzi..

Pode ser..

Pode ser que o mundo esteja de ponta cabeça. Mas o que quer que aconteça saiba que vim aqui pra evoluir.
Hoje não me cabem regras, não me cabem futilidades e nem gente de cara feia.
A vida tá passando depressa. Então embarquei nessa de ser menos crítica com a vida. Me tornei mais imune as doenças da alma. Mudei o foco e decidi viver mais por mim..
Não importa como nem por onde. Sei que Deus existe. Sei que estou a passeio. Então, me deixa ser feliz..

sexta-feira, 25 de março de 2016

Vá na fé..

Deus nunca te deixará em segundo plano. Vá na fé. O que Ele quer é que você lute e caminhe pelos vales da vida buscando sua paz interior.


quinta-feira, 24 de março de 2016

Posso ser tanta coisa..

Posso ser tanta coisa. Depende do modo como sou tratada. Depende da forma como as pessoas se doam.
Sil Guidorizzi..

Às vezes...

Às vezes escuto teu silêncio. Sinto que estou dentro dele.


Apesar da teimosia..

Apesar da teimosia, do ar disperso, do tempo (in)certo, ela só quer trilhar seu universo. Paralelo ou não, ela só pensa em descobrir-se. Seja por ironia do destino, por qualquer coisa que atravesse o seu caminho.
É através dele que ela traça seus sonhos, e desperta o melhor que brota dentro de si.


quarta-feira, 23 de março de 2016

Desejo de que tudo dê certo..

Desejo de comer chocolate. De descansar a alma. De ficar ao lado de quem me faz bem. Desejo de ser mais feliz. De ter essa obrigação dentro do peito. De não dar satisfações pra quem não entende meu jeito e muda de humor o tempo inteiro. É só desejo. Desejo de colher o bem. De amar de jeito sincero. De ver o céu mais de perto. Desejo de que tudo dê certo. 
Vai dar. Já deu.
Amém!

Sil Guidorizzi..

Deixei pra lá..

Não me preocupo mais. Cansei de sentir essas coisas estranhas. Deixei pra lá. O importante é que eu fique bem.

terça-feira, 22 de março de 2016

Quem é que sabe..

Quem é que pode dizer o que a vida escreveu pra nós. Quem é que sabe quanto tempo ficarei longe da retina dos teus olhos.
Ando em falta comigo. Ando me arrastando pelos cantos, como quem pede um sinal vindo do alto.
Já fiz o que pude. Escrevi meus versos, selei com beijo de batom.. Te desejei tudo de melhor. Mas nunca acho tarde. Sempre acho que ainda é cedo. Que ainda dá tempo. Que ainda tem jeito.
Paro e arrumo o cabelo diante do espelho. Passo a mão pelo rosto. Percebo umas pequenas marcas de expressão e por vezes não me (re)conheço. De repente me senti sufocar.
Desabotoei a saudade, abri a janela no meio da noite e te respirei. A alma acalmou, te percorreu. Lembrei de como a brevidade da vida passava mais devagar em teus braços.
Conto estrelas, tento (re)vigorar o coração pra ganhar mais força pra quando você regressar.
Laços são eternos quando lá de cima o destino assina embaixo e nos sentencia ao amor.

Sil Guidorizzi..


domingo, 20 de março de 2016

Reza a lenda...

Reza a lenda que um sorriso acompanhado de coisas boas, atrai coisas melhores.
Sil Guidorizzi


Foi quando..

Foi quando ele abriu os braços e me chamou pro seu mundo. Eu fui. Fui viver com ele tudo que pude.

Sil Guidorizzi..


Outone-se..

 
Outone-se. Abençoe a nova estação. Cultive a vida. Não deixe que a alma resseque. O coração também precisa de (re)novação.

Sil Guidorizzi.

sábado, 19 de março de 2016

Hoje eu quero ser criança..

Hoje eu quero ser criança. Quero voltar no tempo. Quero voltar a minha infância. Não quero nada de mais. Depois eu volto a ser gente grande. Volto a pensar como antes. Hoje o coração quer apenas suavizar no balanço da vida. Quer paz..

sexta-feira, 18 de março de 2016

Afinal, eu mereço..

Estou no seguinte estágio: Se for bom pra mim, tá valendo.
Já perdi tempo demais com coisas sem conteúdo, ocas por dentro.
Pra bom entendedor meio amor não basta. Quero mais.
Afinal, eu mereço.

Com certeza...

Com certeza você se apaixonará por alguém que sua alma sentirá vontade de cuidar.

Sil Guidorizzi..




quinta-feira, 17 de março de 2016

Ela tem desassossego..

Ela tem desassossego dentro do peito. Sente a melodia da vida. Ela vai e fica. Sonha muito. Acolhe o tempo como se fosse seu último suspiro..Ela tem um pouco de medo. Sente a linha tênue entre a loucura e a calmaria. Existe um certo jogo de cintura. Existe uma certa tolerância. Alguns erros de raciocínio e um coração que explode quando grita. Ela tem a faca e o queijo nas mãos. Tem Deus no coração. Costuma viver de dentro pra fora seja noite, ou seja dia..

quarta-feira, 16 de março de 2016

Faça acontecer..

Faça acontecer em você pequenos milagres internos. 
Agradeça pelo que receber..
Não inverta os papéis. 
Ajuda-te e o céu te ajudará..
Não espere apenas milagres vindos do céu.

terça-feira, 15 de março de 2016

Sou alma desgarrada..

Nunca tive inveja de nada nem de ninguém. Por isso que sou desapegada de tantas coisas fúteis, vazias.
Não tenho apego em coisas desnecessárias. Não ligo pra quem acha o status mais importante do que estar em paz consigo mesmo. Optei em construir um patrimônio espiritual. Optei em andar mais solta e livre, sem amarras.
No fundo sou só uma alma desgarrada. Só não quero perder a essência que tenho. Deus tem sido justo comigo. E eu, apenas agradeço.
Sil Guidorizzi


Vai, menina..

Vai, menina. Vai, porquê o coração não pode parar de bater.Teu tempo será do que você plantar e colher. Vai, porquê tem que ter fé nos passos, voz na alma e brilho no olhar. Mesmo que algumas vezes você se perca, Deus te colocará em outro caminho. 
Ele apenas não muda seu destino. Esse, será seu em qualquer lugar..

segunda-feira, 14 de março de 2016

De saudade em saudade..

De poesia em poesia; de saudade em saudade eu beijo teu sorriso. Abraço teu olhar, te acaricio. A falta que você faz é algo que ainda adormece e amanhece comigo..


domingo, 13 de março de 2016

Pense que ainda tem respiro..

Pense nas coisas que é preciso fazer. Não lamente-se. Algo pode não ter dado certo. Pode ser que nem era mesmo pra acontecer. Respire e afaste do coração, qualquer coisa ou pessoa que não te faça bem.
Não deixe que suguem sua energia. Alivie um pouco o peso da alma. Nem todos estarão dispostos a tentar te compreender. Muitos comparam seus próprios sofrimentos como se fossem únicos. Sabemos que não é assim Que cada um passa pelo que precisa, e aceita, ou não, seguir seu caminho sem tornar-se mártir da vida.
Deixe que a vibração mude. Não julgue. (Re)leve. Quem sabe no meio do caminho você esbarra com a sinceridade que você merece. Com o calor de outra alma que também te busca.
Saia do escuro. Busque a luz que clareia o olhar, os passos do coração.
Pense que ainda tem respiro. Tem cor.Tem momento.Tem o bom do amor.

No fundo..

No fundo sinto saudade de tudo aquilo que me provocou e (re)acendeu o íntimo. Tenho saudade dos rascunhos que escrevi. Do perfume impregnado nas cartas que recebi.
No fundo sou uma romântica inveterada. Vivo em outra época, moro em outro lugar. Não sou daqui.
No fundo gosto de saber que o Amor ainda é cura pra qualquer mal. Que ele ainda provoca e instiga esse coração que viaja fora do tempo. Sem relógio, sem nada. Sou alma de outras vidas; de viagens longas e passadas.


sábado, 12 de março de 2016

Aqui onde estou...

Aqui onde estou dá pra contar as estrelas. Dá pra ver a última nuvem que passa e deixa tudo límpido e bonito. Dá pra sentir medo, dá pra sentir frio na barriga. Dá pra pensar um monte de bobagens. Dá pra pensar quem sabe na próxima viagem
Dá pra colher no jardim da vida o próximo sonho. Dá pra respirar com mais leveza. Dá pra esquecer da tristeza. Das passagens subterrâneas, dos trens, das vezes que parei em alguma estação. Dos bancos vazios. 
Dá pra aprender,(re)nascer.. Dá pra refletir e estar consigo.
Dá pra ver a esperança de um novo dia. Dá sim. Dá tempo de viver. De vencer. De afastar os monstros, de passear em volta do lago. Dá pra chegar a nado. Dá sim. 
Aqui onde estou tenho motivos de sobra pra jamais desistir do que sou. Sou o que mereço. O que levo de bom..

quinta-feira, 10 de março de 2016

Lamentos não nos transformam..

Quando as coisas vão acontecendo e a gente vai percebendo que nada mais era como antes, é preciso dar um novo sentido dentro da gente. É como tentar uma maneira de sentir um outro prazer em viver. Quando as coisas saem do eixo, do prumo, a vida balança. O coração fica um pouco na corda bamba. 
Nada que uma boa dose de coragem pra encarar os desafios da vida não resolva. E a gente se instala num novo ambiente. Aquarela novos quadros. Pinta as paredes de um outro tom..Ouve o que tiver vontade sem pensar tanto na saudade que um dia penetrou e vazou pelos poros. Tudo é permitido desde que se queira de um jeito bom e bonito.
Pra que pensar no ruim, no frio, no vazio. Pra que se esconder. O melhor de tudo é saber que Deus nos concede sempre um novo dia. E a gente tem mais é que tentar se ajeitar. Seja em outro abraço, seja dentro de um outro sorriso. Seja somente por nós mesmos.
E o tempo vai nos acolhendo. E vamos nos (re)colhendo quando o sol se deita, quando a lua nos abraça. Quando pensamos nas estrelas que ainda enfeitam o nosso céu.
Pra que mais. Pra que chorar pelo leite derramado. Pra que sofrer. Bora enfeitar a alma com a alegria que merecemos. Com a paz que almejamos. Perdendo ou ganhando, vencedores já somos. Somos o que fizemos de nós. Lamentos não nos transformam. O bom é fazer acontecer..

Dentro do meu silêncio..

Muitas vezes dentro do meu silêncio descobri coisas que antes não ouvia. Tomei consciência de que não sou perfeita. Não nasci pronta. Não nasci sabendo de nada do que viria pela frente. Apagaram minha memória passada. Mas percebi que os erros hoje notórios e alguma incapacidade pra certas coisas não me tornam mais ou menos. Não me tornam uma pessoa infeliz. Defeitos os tenho. Qualidades possuo. Nada que o tempo não tenha (re)mexido por dentro. E eu tenha de uma forma ou de outra aprendido a saber muito mais sobre mim.

quarta-feira, 9 de março de 2016

E quando você achar..

E quando você achar que não vai dar em lugar algum, (re)comece. Não tema as noites solitárias. Sempre haverá um novo motivo pra prosseguir.


Aprendi a dizer não..

Já deixei que invadissem minha vida e tomassem conta do meu espaço. Já fui deixada para trás. Mas não perdi o respeito por mim. Não perdi o respeito pelo que ainda busco. 
Ainda sou desaforada. Sou apaixonada. Certos detalhes que antes incomodavam, passaram. Tudo passa. E mais forte me torno a cada fragilidade exposta. A cada cicatriz desenhada na alma. A cada vez que não resisti e voltei pela contramão do que achava certo pela ousadia e impetuosidade do coração. 
Aprendi a dizer não. Aprendi a querer com verdade cada sim. Já deixei saudade. Já fui um tanto de amor desenfreado.. Já recebi o tanto de dor que podia. Ainda não desfaleci. 
Por isso por mais que me provoquem, por mais que me enfrentem, eu me enfrento. Se preciso, tomo outro porre de autoestima. Outro porre de sinceridade.
Vou até onde der com a cara lavada, e os sentimentos todos aflorados.

Sil Guidorizzi

terça-feira, 8 de março de 2016

Não mexam nas minhas gavetas emocionais..

Não mexam nas minhas gavetas emocionais.. Só eu sei onde coloco cada pertence de sentimento.
Sil Guidorizzi..


Feliz dia da mulher!

Parabéns a todas as mulheres que de uma forma ou de outra, construíram e (re)construíram suas histórias com amor força e luta; dando continuidade ao que o coração quis..
Todas são Super heroínas da vida. 
Que vocês jamais percam o brilho, o sorriso e o perfume da alma que sempre encontra um jeito de ser feliz.

Sil Guidorizzi.


domingo, 6 de março de 2016

Não falo em tempo...

Não falo em tempo. Falo de saudade. Falo de boas lembranças. Falo do amor que no meio da noite te abraça. Te pede. Te chama..
Sil Guidorizzi


Prefiro minha integridade espiritual..

Prefiro minha integridade espiritual, ao invés de ataques incessantes de quem ainda não amadureceu a alma.. Cada um atira como pode. Eu me defendo sabendo o que sou o que quero e o que sinto. Se em paz estou, nada devo a ninguém. Minha consciência e meu coração seguem tranquilos...

A vida é curiosidade...

A vida é curiosidade, conhecimento Troca de experiências e muito sentimento. Vez em quando é preciso (re)mexer em algumas coisas, ajeitar outras. Cuidar pra que o coração viva melhor. Para que a casa fique mais ajeitada ou (des)ajeitadamente as coisas se encaixem do nosso jeito..
O importante é não parar no tempo. É vasculhar, buscar oportunidades. Pensar em viver bem..Bem com quem se quer bem. Bem consigo mesmo(a).

sábado, 5 de março de 2016

Mesmo ilhando-se..

"Mesmo ilhando-se em algum lugar seguro, você não estará a salvo de nada"..

Me abraça..

Me abraça com suavidade.Encosta tua alma na minha. Não me solta. Respira esse momento. Me leva pra onde você quiser. Tudo agora é nosso. Não há mais ninguém à nossa volta..


Quero sua alma pra amar..

Quero sua alma pra amar. Quero seu coração pra abraçar. Quero paz. Quero que tudo fique do jeito que tiver que ser. Mas que seja eu e você..


sexta-feira, 4 de março de 2016

Enquanto...

Enquanto uns carregam arrogância e superioridade na alma, vou levando amor no peito e a certeza de que Deus está comigo em cada estação.
Sil Guidorizzi..




Tem Deus em tudo..

Se um dia te disserem que você não consegue, não diga nada. Não rebata, não (ins)tigue. (En)frente suas inseguranças..O poder do pensamento aliado a fé interior te fará chegar onde é preciso. Acredite. Tem Deus em tudo. Em cada pedaço de vida que você respira e sente. Entre um entardecer e outro. Entre cada gota de esperança que preenche o oceano do seu destino.
Sil Guidorizzi Emoticon heart 


Emoticon
heart