sexta-feira, 29 de abril de 2016

De repente...

De repente foi faísca no olhar.
Foi teu sorriso no meu.
Foi o coração pedindo pra ficar.


quinta-feira, 28 de abril de 2016

Te espero..

O que desejo do fundo do coração é que você atravesse meu caminho. Me pegue pela cintura. Diga qualquer loucura; suporte minhas esquisitices.
Tudo que desejo é sentir essa taquicardia explícita ao esbarrar no teu amor sem exigências. Sem porquês..Com total liberdade de escolha.
É isso que a vida me pede.
Onde você estiver espero que esteja me ouvindo. Eu acredito em destino..
Acredito em sinos que tocam quando almas se encontram.
Acredito em amores sinceros. Te espero.. Até mais ver..

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Reza a lenda...

Reza a lenda que pra gente viver, é preciso sair da casca.
É preciso dar a cara pra bater mesmo que doa.
É preciso ir (re)tirando as camadas..
É preciso enfrentar os fantasmas.
É preciso se jogar sem pensar no que vai dar. 
Reza a lenda que pra ser feliz o olhar tem que ter brilho, cor, luz.
Tem que ter algo misterioso e indecifrável. Algo que vai além das retinas.
Tem que ter um objetivo. Tem que ter um dispositivo que nos transforma e emite o que é preciso pra prosseguir.
Por isso eu acredito.. Acredito e firmo o pensamento.
Poucos entenderiam minhas loucuras. Poucos entenderiam tudo que já vivi..

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Sabe...

Sabe, você foi minha rebeldia. Meu grito de liberdade e loucura. Esse pensamento, esse olhar de quem busca; esse instante de introspecção, é pra você.
Pelo que de bom me deu. Pelos versos que fiz. Pelas rimas que você me escreveu.
É pelo gosto misturado do café amargo ao teu beijo. È pela profundidade dos teus olhos. Pelo calor da tua pele. Pelas mãos em minhas costas enquanto dormia enlaçada ao teu cheiro.
É pelo coração descompassado nas tardes de outono quando nos sentíamos crianças tolas e não nos preocupávamos com o resto do mundo à nossa volta..
Esse desejo que me vem agora de pular em teu abraço, de cuidar do teu cansaço, de sentir-se única é pra você.. É só teu..
Não me preocupo com os astros, tarólogos, cartomantes. O que dizem as linhas das mãos. O que vai ser.
O que sinto agora é teu. Nesse instante esteja onde você estiver, você é todo meu.





domingo, 24 de abril de 2016

O beijo é pressa..

O beijo é pressa.
Prece bonita.
Saudade que (a)pressa os passos do coração.
Que faz fechar os olhos e descansar no horizonte de quem se quer amar.
Palavras, agora não..
Sil Guidorizzi..


E aí...

E aí a gente pensa tanta coisa..Inventa, sonha imagina. 
(Re)cria. Volta ao mesmo lugar. Mexe de novo. Desarruma, arruma..Aí vem os porquês. Aí a gente volta a fita, se enrola mais ainda.. 
E não descansa. E não entende. E não consegue mensurar. E aí a gente se vira de um lado pro outro. Esquece que é hora de parar de pensar bobagem e deixar que Deus cuide de tudo pra nós. E que a gente também precisa se decidir. Precisa aprender a se cuidar. Precisa abstrair muita coisa acumulada.
E aí a gente acorda, retoca o olhar, veste um sorriso meio sem jeito e percebe que de nada adianta atropelar sentimentos. De nada adianta achar que existe bola de cristal no coração. Somente intuição.
Que a vida acontece de dentro pra fora. Que por mais que a gente queira pés descalços, é preciso aprender a se calçar e caminhar em qualquer direção..

sábado, 23 de abril de 2016

Não precisamos de um novo mundo...

Não precisamos de um novo mundo. Precisamos de humanização. Respeito mútuo..
Precisamos procriar o amor. Precisamos nos vangloriar menos. Precisamos desabrochar para coisas mais espirituais.
Precisamos deixar as coisas materiais menos arraigadas a vida..
Não precisamos da necessidade exarcebada do poder. Desse que mexe com o brio de quem não enxerga nada além de si mesmo.
Não precisamos esquecer as nossas vidas, não precisamos deixar de aproveitar o que a natureza de tão belo nos dá.. E que muitos devastam, obrigando-a muitas vezes a ficar de joelhos pedindo para que seja poupada da ganância alheia..
Precisamos criar. Ter mais sensibilidade e compreensão ao que gira ao nosso redor..
O que vemos é um mundo torto com ideias por vezes distorcidas sem jeito de enxergar um futuro melhor.
Não precisamos de barganhas, de troca de favores. Precisamos plantar mais árvores, colher mais flores. Respirar a sensação de que não existe abandono.
Precisamos reformar nossa casa interna.
Não precisamos de um novo mundo. Precisamos nos melhorar, e muito.


Mais eu amo você..

Cada vez que a vida me abraça, mais eu amo você..
Sil Guidorizzi

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Tanto faz. Vim pra ser feliz..

A maior prova de que amadureci, foi que aprendi que não preciso agradar e nem provar nada a ninguém.
Que minha paz interior vale mais do que mil ofensas..Que meu bem estar é sagrado.
Que não sou obrigada a fazer o que não quero. 
A maior prova de que amadureci, foi me tornar indiferente ao que não faz diferença. Ao que consome minha energia pro lado ruim. Que elogio da boca pra fora não presta. 
Que sinceridade que vem da alma completa. Que o silêncio muito diz.. Que posso ser vaiada, esnobada, deixada de lado.
Tanto faz. Eu me amo. Vim pra ser feliz .
Sil Guidorizzi..

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Saudade...

Saudade do abraço de urso. Do roçar de pele. Do transpirar da alma..
Saudade de tudo que ainda cabe aqui.
Vou deixar a porta encostada e teu lado da cama pronto.
Quem sabe ainda hoje mesmo você volta..
Sil Guidorizzi

Paz interior..

Paz interior é sinônimo de felicidade exterior.
Dance mais, sonhe mais. VIva mais.
Deixe que o mundo rodopie.
Deixe a bagagem do coração mais leve.
Ame pelo simples prazer de sentir-se vivo.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Teu nome. Meu avesso..

Ruas, bares, cafés. Passos..
(Com)passo de espera.
Asa quebrada. Saudade apertada.
Pingo de chuva. Boca tua.
Fragrância. Música. Descuido.
Ruptura, distância
Tempo pra gente.
Relógio que anda. Vida que segue.
Cama vazia, aperto.
Solidão, desejo.
Teu nome. Meu avesso.
Teu verso.
Amor misturado. Toque suave.
Loucura.
Esperança em teu sorriso.
(Re)encontro. Calma.
Paz na alma.
Te preciso..

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Ele tem a alma..

Notas sobre o Amor.

Ele tem a alma debruçada sobre o dorso dela.
Quanto mais menina-mulher, mais sua beleza se torna irresistível.
Ela o faz feliz.
Seu perfume vem macio. Vem do que a alma exala. Vem da respiração contra o peito. 
Vem do beijo roubado de forma proposital. Do pedido de socorro em meio ao terror noturno. Do jeito por vezes inocente de ver a vida.
Quando se entrelaçam, não buscam outra coisa que não seja o aconhego dentro do outro.
Nada é combinado, forçado, obrigado.
Não existem correntes, nem algemas. Mas ele a vê como aquele tesouro garimpado e encontrado bem ali. Na rota do destino.
Feito ouro que reluz o coração. De valor inestimável e indivisível.
Sil Guidorizzi

Acima de tudo..

Minha porção mulher e tudo que vem dentro dela, vai pra quem souber me tratar como tal. 
Acima de tudo exijo respeito.


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Notas sobre o Amor..

Notas sobre o Amor.
Quando ele chega, a gente não quer que o outro se vá.
A gente quer que fique. Fique e não mais nos solte.
Fique, até o mundo se acabar.

De repente..

De repente a gente fecha a porta e se tranca por dentro.
De repente a gente quer mais é ficar só. Quer ter paz. Não quer saber de nada que nos machuque o coração.
Nem que seja por uns instantes, por uma hora. Por uma vida inteira. É preciso saber recolher as armas. É preciso (re)aprender a caminhar com as próprias pernas.
De repente ficou sério. De repente é só uma ideia que passou pela cabeça.
De repente a gente puxa uma cadeira e senta. E acaba sendo interpelado pelo próprio coração.
De repente a gente só precisa se (re)educar e aprender a respeitar as próprias querências.

Notas sobre o Amor..

Notas sobre o Amor..
Ele acontece quando a primavera (re)nasce dentro do peito. Quando floresce no olhar.
E tudo que foi ruim, (des)prazeroso foi deixado no passado. Foi esquecido.
Ele acontece quando uma outra alma nos (re)nova e chega pra nos cuidar.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Em certos momentos..



Em certos momentos
é melhor trancar-se
por dentro,
e não facilitar tanto.
Sil Guidorizzi


Notas sobre o Amor..


Notas sobre o Amor.
Quero atravessar contigo as esferas do que somos um pro outro.
Quero nascer e morrer em você quantas vezes preciso for.
Quero borboletas no estômago.
Quero a poesia dos teus olhos brincando comigo.
Quero perder a respiração. Viajar no mesmo trem. Parar na mesma estação.
Quero dividir o mesmo travesseiro e adormecer em teu peito.
Quero desarrumar as malas e me ajeitar em teu coração.
Sil Guidorizzi..



domingo, 10 de abril de 2016

Ai você descansa...

Aí você descansa. 
Fecha um pouco os olhos. 
Volta um pouquinho no tempo. 
Sente aquele afeto gostoso envolvendo a alma, e o cheiro de café fresco 
com gosto de saudade. 
O sorriso surge meio encabulado mas sem tristeza no peito.
E desse jeito sem fazer planos,
o coração distraido agora só quer ficar ali. .
Aí a gente percebe que passou e foi bom. 
Foi inesquecível. 
E a gente quer sentir mais um pouquinho desse sentimento que hoje ainda (re)flete no peito. 
Agora menos abusivo, menos agressivo. 
Mas ainda mantendo intocado o seu perfume bom.

sábado, 9 de abril de 2016

Sonhei..

Sonhei porque quis. Amei porque quis. Senti porque quis. Foi assim que aprendi a viver a vida. Entre as dores e (ar)dores. Entre as sensações mais profundas. Entre um até breve e um Adeus. Fiz porque era preciso e faria de novo. Fui alternando momentos de intensa felicidade aos momentos de penúria. Escolhas minhas agregadas ao que vinha do coração. Ao que disse sim e ao que disse não..


quarta-feira, 6 de abril de 2016

Tantas frases escritas..

Tantas frases escritas. Tantas palavras ditas. Tantos muros riscados a giz. Um silêncio aqui, outro lá. Onde será que eu me deixei. Onde será que posso te encontrar. A noite já está virando dia. 
O coração saudoso, não consegue descansar.


sexta-feira, 1 de abril de 2016