sábado, 9 de abril de 2016

Sonhei..

Sonhei porque quis. Amei porque quis. Senti porque quis. Foi assim que aprendi a viver a vida. Entre as dores e (ar)dores. Entre as sensações mais profundas. Entre um até breve e um Adeus. Fiz porque era preciso e faria de novo. Fui alternando momentos de intensa felicidade aos momentos de penúria. Escolhas minhas agregadas ao que vinha do coração. Ao que disse sim e ao que disse não..


Nenhum comentário:

Postar um comentário