segunda-feira, 30 de maio de 2016

A vida dá muitas voltas..

A vida dá muitas voltas. 
A gente se adia um pouco, mas (re)torna. 
Quem ama entende que é preciso (re)começar. 
É preciso sair do luto e voltar a viver.


Sil Guidorizzi

sábado, 28 de maio de 2016

Ah, o tempo...

Ah, o tempo. Esse que nos carrega com ele. Nos ensina, nos mostra o caminho.
O tempo das horas, dos segundos, dos minutos. Do eterno..
O tempo que nos cobra e a gente se desdobra e prossegue.
Senta, descansa e espera um pouco. Retoma o fôlego, respira outro ar, um novo sonho.
Ah, o tempo de causos e contos. De poesia na beira da janela. De crenças, expectativas; de correria e alguma displicência..
De estremecimento e ajuste dos ponteiros. Nem atrasado, nem adiantado. Apenas certeiro..
O tempo da beleza da alma, da descoberta do desconhecido. Tempo da sabedoria e das linhas de expressão. Tempo que sorri, distrai, emociona. Pega carona em outro coração.
Efêmero, longinquo, imprevisível.
O tempo de todos os sabores, amores, cheiros, sacrifícios.
Tempo, tempo..
Há quem dentro dele ainda mantenha o espírito jovem e o olhar cativo.
 Tempo esse que está nas mãos de Deus.. 
Nós apenas o vivemos em nome de nossos próprios anseios colhendo nosso destino..

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Um dia eu volto..

Um dia eu volto pra desatar esse nó no peito. Pra te contar o que tenho feito. Como tem sido meu caminho desde o dia em que segui sozinha por aí.
Um dia eu volto só pra sentir teu perfume. Pra te dar um último abraço e falar baixinho em teu ouvido.
Um dia eu volto não pra saber de respostas. Volto, não pra dizer que a vida foi injusta comigo. Volto, porque preciso esvaziar essa bagagem do coração..Só porque eu sei que ainda é preciso.


Bem assim...

 
Costumo dizer que sou pra poucos. Não por me achar grande coisa; mas por conseguir sentir em algumas poucas e raras pessoas o que busco de verdadeiro dentro de mim.

Sil Guidorizzi


segunda-feira, 23 de maio de 2016

Tem gente que nos alisa..

Tem gente que nos alisa; desliza a alma dentro da gente. Nos dá frio na barriga; arrepio de amor.
Nos dá a mão, o coração, o tempo. E a gente fecha os olhos e agradece essa prece bonita.
Bendito seja esse sentimento que nos acolhe sem medo.



quarta-feira, 18 de maio de 2016

A vida passa..

A vida passa..
Dentro dela a gente se enrosca, se espreme. Corre pro abraço, solta o laço, tem voos solitários.
O que a gente quer, é ser feliz sem motivo. Junto, sozinho.
No fundo, a gente não quer rótulos.
Só quer experimentar o próprio viver..

segunda-feira, 16 de maio de 2016

sexta-feira, 13 de maio de 2016

É assim que deve ser.

A verdade é que já entrei e saí muitas vezes pela mesma porta. Muitas vezes encostei o coração e tentei fugir.
A verdade é que não dependo de rotas, de mapas nem de traçados.
O inesperado vem.. As coisas dão uma (re)viravolta.
A sorte é que não deixei que levassem minha raiz. É dela que advém a frondosidade do que busco.
Posso ser galho que entorta; mas depois da poda volto com mais força. Rego a vida com aquilo que um dia deixei esquecido pelo caminho.
Tomo um porre de amor próprio e digo que tudo vai dar certo.
Já deu. É assim que deve ser. 
Com liberdade pra encontrar outros ninhos.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Gosto...

Gosto de viagens curtas. De misturar um pouco de loucura. Gosto de celebrar a vida sentindo o chão calçando os meus pés vazios.
Sei que tudo é passageiro. Que consigo parar pra ouvir aquela velha canção que toca na rádio em meio ao céu estrelado. Que posso desenhar meu arco-íris e achar um oásis em meio ao deserto. Que no fim do túnel tem a luz da esperança.
Que ainda sou meio criança...
Tudo é raro. Mágico.. Dá até pra desenhar pensamentos.
Dá pra correr atrás da lua. Dá pra imaginar o amor chegando.
Gosto do imprevisível. Gosto de imaginar teu sorriso.
Gosto de falar com Deus abertamente na calada da noite. Viajar nas curvas que insinuam os meus delírios. Gosto de ser livre. Gosto de abraçar a paz. Gosto de mim. Gosto de quem consegue chegar e ficar. Gosto desse sopro de vida que me brinda todos os dias.
Enfim, foi o que escolhi pra mim.

domingo, 8 de maio de 2016

Foi quando Deus me disse...

Foi quando Deus me disse: Pegue papel e lápis. Anote tudo do jeitinho que estou pedindo. Sei que nem tudo você conseguirá passar a limpo..
Só não esqueça o que foi escrito.
O que vale é a lei do amor. A lei divina.
Esse é o caminho.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Você chegou..

Você chegou brincando com meus olhos. 
Chegou plantando sorrisos. 
Trouxe-me flor ao invés de dor. 
Secou minhas feridas em cada amanhecer que te abracei em paz.

(Sil Guidorizzi)..