quinta-feira, 14 de julho de 2016

Às vezes..

Às vezes acendo um incenso pra purificar o espírito e clarear as ideias.
Sinto-me dentro de um velho folhetim. Saio em busca de notícias e penduro no varal da alma o que a vida me deu de bom.
Às vezes me sinto melhor quando os pés andam descalços. Quando as ruas já não estão tão cheias. Quando o entardecer vai se deitando devagar alimentando meu anoitecer.
Quando tudo o que preciso é de tempo pra caminhar em paz sem que me persigam, gritem meu nome, ou atrapalhem meu silêncio.
Na verdade só quero ir pra onde o coração pedir.
Ainda estou aprendendo a entender esse lado meio (in)consequente e ao mesmo tempo exigente.
Algumas coisas continuam dormentes. Outras, formigam o tempo todo dentro de mim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário