quarta-feira, 27 de julho de 2016

Ela queria um porre daquele Amor..

Ela queria um porre daquele amor. A boca seca pedia mais. Pedia paz. Pedia vida. Pedia mais do que mil dias. 
Pedia um Blues pra acompanhar a sensibilidade com que sua alma interagia. Ela queria por cor, queria amanhecer e anoitecer dentro daquele frescor que pulsava em sua pele juvenil. 
Ela queria amar do seu jeito. Queria assinar com batom no espelho. Queria um café fresco. Queria a simplicidade do caminho.
Ela queria tudo que pudesse abraçar numa fração de segundos fazendo sentir-se segura pra nunca mais deixar-se cair... 
Ela transcendia a linha tênue. Alinhavava as dores do tempo. Descortinava-se em mil véus. Ela só queria mesmo era viver seus dias como se fossem os últimos. Como se cada segundo a completasse por inteiro. 
Ela sabia o que fazia. Ela sabia o que queria. Ela queria adormecer em êxtase coberta pelo olhar de quem a fez atravessar milhares de léguas pra deitar-se sobre um imenso chão de estrelas. 

Ela arriscou tudo pra encontrar vários azuis dentro do mesmo céu..

Nenhum comentário:

Postar um comentário