quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Daqui do alto..

Meu mundo agora é visto de cima.
Não quero ser deselegante, não quero deixar de ser.
Não tente me alcançar se o coração não quiser ir mais longe.
Já desfiz aqueles nós invisíveis que pareciam cordas presas em minha alma.
Já perdoei o que era preciso. Daqui, sinto as coisas mais claras.
Já não enxergo certas distâncias.
O olhar quer captar novas imagens, novos instantes.
Quero viver de coisas mais simples e raras.


Sil Guidorizzi..

Nenhum comentário:

Postar um comentário