terça-feira, 27 de dezembro de 2016

E assim foi..

Nessa minha vida já tão cheia de pressa e atropelos muita coisa não soube conter.
Depois de muito tropeçar e soluçar aprendi a andar mais devagar e a tirar as nuvens mais cinzas do caminho.
Não quero palidez. Quero cor.
Quero um tom que combine mais comigo.
Nessa minha mania quase inocente de acreditar que tudo é pra sempre aprendi a dar adeus sem olhar pra trás.
E assim foi.
Foi assim que me acostumei a (re) alinhar a vida, os sentimentos, e a tecer meu destino.
Agora entendi porque o tempo mexe com minha essência, mexe com minha existência.
Mexe com as coisas que escondi lá no íntimo.
Ele faz o que bem entende.
Leva e traz o que é preciso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário