quarta-feira, 1 de março de 2017

O tempo vai passando...

Ai o tempo vai passando e aquele passaporte que precisa ser renovado está esquecido na gaveta da vida.
Ai você percebe que foi se deixando pra muitas coisas e pousou o olhar sobre tantas outras.
Que você sempre disse: ah, daqui um tempo quem sabe, um dia eu vou, um dia eu mudo tudo.
Aí o tempo vai passando e novamente você precisa reorganizar a casa, ajudar as pessoas, cuidar de quem te precisa no momento.
Aí você percebe que tem direito de sonhar, de querer fotografar novas paisagens e sentir-se mais livre pra fazer o que a alma pede sem justificar-se pro mundo.
Que apesar do tempo ser de Deus você pede permissão a Ele pra dar continuidade em seu caminho sem querer prejudicar ninguém.
Que seu intuito nada mais é do que estar feliz depois de ter sobrevivido aos baques da vida, e aos fins que foram cúmplices dos meios.
Que teu sorriso não precisa estar estampado em nenhum outdoor, mas que dentro do peito ainda exista uma reação em cadeia pra colocar energia pra fora e aproveitar o que teu coração continua desenhando sem cessar.
Aí o tempo vem e bate à sua porta, te cobra sim.
Cobra-te por você ter se deixado um pouco, e ter esquecido o sabor das coisas mais leves que você merece receber.
Aí você percebe que nunca é tarde pra causar um reboliço interno, que precisa colocar os pingos nos is e renovar-se.
Que aquela viagem ainda te espera que novas pessoas podem estar surgindo para te fazer entender que ninguém vive de passado e que o hoje é tão importante quanto ideais que sobrevivem.
Aí você entende que a vida é sua, que esse segundo de respiração pode ser ofegante, que aquele livro esquecido na estante fez parte do seu dia a dia, que aquela música que te faz dançar pela sala te oferece condições de renovar o espirito e que tudo dentro de você é permitido.
Aí você percebe que está ganhando mais uma chance e que prefere não se jogar num canto frio.
Que a vida tem flor tem cor, tem amor.
Tem tudo que você precisa pra fazer bonito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário