terça-feira, 30 de maio de 2017

Aprendi..

Aprendi a colocar elegância em minha indiferença.
Aprendi a não dar linha pra quem não sabe costurar.
Aliás, se alguns machucados já suturaram e fecharam, não vejo necessidade de ir lá abrir novamente aquela ferida.
Dar a volta por cima ainda é a melhor resposta pra quem acha que a gente nunca irá sair do mesmo lugar.

Ela acordou assim..

Ela acordou assim...
De um jeito peculiar e singelo, decidiu que já era hora de atravessar aquela ponte que dava pra um lugar mais seguro e verdadeiro.
Ela olhou-se no espelho, ajeitou o semblante e não fez força ou menção de reclamar.
Ela vinha duvidando dela mesma, de algumas coisas, vinha tentando entender por vezes o próprio destino.
Foi quando ela percebeu que o que vem sendo traçado foi um tratado com o alto, por isso não poderia questionar, mas por vezes poderia pedir água, jogar a toalha, ou descansar sob a sombra das próprias dúvidas. 
Ela foi moldando os dias, recuperando aquele tempo que apesar de ter passado não foi perdido.
Muitas vezes ela olhou pro céu e fez vários pedidos. 
Chegou a jogar a moeda da sorte dentro daquela fonte pra ver se aquele desejo aconteceria.
Na verdade muita coisa deu errada e muita coisa deu certo demais.
O que ela espera é o que vem dela mesmo. O que ela deseja, vem das coisas que ela enxerga ao abrir o olhar curioso pela manhã.
Ela tem ouvido os sons da vida, tem dançado ao relento; ela não se importa com a tempestade forte, com o norte ou o sul que a vida lhe permitirá.
Ela já foi mais descuidada, mas soube retomar as rédeas do coração, por vezes tão desarrumado e desajeitado feito desalinho de alma que não vê mais saída.
Talvez ela entenda que toda aquela bagunça também tenha sido culpa sua. Por ter permitido coisa demais e alguns excessos que trasbordaram o peito.
Ela juntou aqueles recortes de jornal, mudou as coisas de lugar, enfeitou a mesa da cozinha com aquela xícara que trouxe da última viagem e fez questão de preparar um café só pra ela, como se não houvesse nada além das coisas dela e das coisas que ela gostaria.
Ai ela percebeu que precisa se agradar sempre, mas que não precisa de sacolas abarrotadas de pertences que na verdade só vai ocupar espaço em seu mundo precisando de mais amor, mais cor, mais aprimoramento.
Ela descobriu que é mais fácil sentir a vida limpa de tudo, de pés mais soltos e coração apreciando mais o seu mundo.
Foi quando ela decidiu sair e andar por aí sem dar satisfações, sem precisar olhar pro relógio ou ficar preocupada com o que vão pensar.
Ela é dela. A soltura que sente é liberdade adquirida. 
A única coisa que ela quer é suspirar e sentir a abundância da sua vida.

Sil Guidorizzi..


Eu quero o brilho do sol...

Se for pra viver uma vida tumultuada de tristeza e poda, prefiro replantar meu jardim e fechar a porta pro que já deu.
Eu quero o brilho do sol e menos fardo nas costas.
Quero viver o que realmente é meu.


sábado, 27 de maio de 2017

Procura-se um amor..

Procura-se um amor.
Recompenso com o coração de quem está disposta a fazer alguém feliz.

Sobre a vida..

Sobre a vida..
Ela sempre segue.
De um jeito ou de outro.
Deve ser porque a gente ainda está aqui e precisa aprender a se cuidar, a se desobrigar de certas coisas.
Deve ser porque não temos certezas.
Vivemos de nós mesmos.
Vamos nos continuando.

Sil Guidorizzi..

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Tenta, inventa, sinta...

O coração que se deita com fé, também se levanta com esperança.
Amanhã pode ser aquele dia em que você quer tentar de novo, abraçar um novo sonho e deixar o coração fluir.
Siga o fluxo da paz, da justiça, da concórdia.
Siga pelo caminho do bem querer.
Vai que de repente você se esbarra em algo tão mágico e maravilhoso que sequer imaginou que pudesse acontecer.
Mas o destino sabe, Deus sabe.
Deve ser porque você deseja muito sua felicidade.
Deve ser porque você sabe o quanto vale e não o quanto pesa.
O coração que diz amém e agradece por tudo tem mais chance de sentir a vida se abrindo de frente.
Tenta, inventa, sinta.
Dentro do teu olhar deixa o dia nascer, e o sol brilhar mais uma vez dentro de você.

Já deixei..

Já deixei muita gente chegar e entrar.
Hoje mais madura aprendi que nem todo mundo tem o direito de atravessar minha porta.
Por vezes de onde menos esperei foi onde mais me machuquei.
Nem sempre dá pra confiar num coração que se diz cheio de boas intenções.
Tem gente que chega sabendo que veio só pra partir.
Parte, e nos parte ao meio.
Mesmo assim invade achando que o coração da gente é terra de ninguém.

sábado, 13 de maio de 2017

Às vezes..

Às vezes tudo que precisamos é estabelecer uma conexão silenciosa com Deus.
Às vezes o coração só quer paz, só quer seu momento: Estou revendo minhas coisas, estou cuidando das feridas, estou atravessando meus desertos buscando meu oásis de felicidade.
Às vezes a gente se engana, tropeça, acha que bateu na porta errada.
Mas não há nada contrário ao que a vida reservou pra gente.
Às vezes o tempo passa lentamente pra quem tem muita urgência.
Melhor aprender a ter mais paciência, melhor encarar de frente o que o hoje trouxe.
Melhor romper com certos paradigmas, melhor se acertar com a justiça divina.
Melhor manter a fé bem vestida e a esperança desenhada na alma..
Tenho certeza que entre tantos desafios, desafetos, amores desencontrados, rotas desviadas, roteiros inacabados, haverá um caminho todo nosso pra nos servir de alicerce e morada pra dias mais transparentes e cheios de luz.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Todas as coisas..

Todas as coisas que eu sei sobre o amor vieram através dos teus olhos, da curva do teu sorriso.
Vieram do teu abraço apertado, da tua perna na minha.
Da taquicardia desavisada, da hora nunca marcada.
Muitas vezes me perdi, muitas vezes me encontrei.
Amei, re-amei. 
O tempo da saudade chega sempre sem avisar.
Mesmo que não tenha sido tão simples assim, reconheço o quanto fui feliz..
Sinal de que ainda lembro das coisas que vivemos sem autorização de ninguém.

Eu gosto de respeito..

Eu gosto de respeito. 
Gosto de gente que sabe ser decente com o outro. 
Quem vem com despeito pouco me importa. 
Lá fora o mundo é de todos e prefiro não me esbarrar com quem não me trata como mereço.  

Evito atrito, evito conflito. Evito o olhar que mede mas não vê minha capacidade de ser.. 
Evito a pobreza de alma, o jeito característico de quem só finge e não é.
O mundo está do avesso. 
Mesmo assim eu prevaleço como alguém que não desiste de ser feliz.
Aprendi a não esperar nada de ninguém. 
Por mais que as folhas sequem eu sempre renovo a vida que há em mim.


As coisas vão acontecendo..

As coisas vão acontecendo. 
Não temos nenhum controle sobre os planos de Deus.

Sil Guidorizzi

Abra sua caixa de diálogo com o coração..

Abra sua caixa de diálogo com o coração.
Aprofunde-se e vá atrás das respostas que precisa. 
Pode ser que demore, pode ser que você ainda precise mesmo se dar um tempo até entender certas coisas.
Não minta pra si mesmo, não se omita.
Deslanche através do que realmente você tem em mente com amor e coragem.
Mantenha o olhar atento e o espírito aberto para novos aprendizados 
Não queira levar vantagem agradando aos outros só para receber algum tipo de bônus.
Seja sincero, seja honesto.
Cative a vida com sorrisos e afaste aquela vibração ruim.
Quando a sintonia não bate, melhor não esbarrar de frente.
Você é o seu melhor doutrinador. Vigie-se!
Não se compare a ninguém. Cada um possui sua história.
Tenha suas próprias opiniões e busque o equilíbrio interno.
Ore – Sinta-se mais perto da conexão com Deus.
Aceite suas falhas e não queira ser o dono da situação o tempo todo. Não queira sempre estar no comando. Não se ache infalível.
Fracassos podem acontecer. Saiba superar suas ansiedades e frustrações por mais complicado que pareça.
Relaxe e aceite que você não é perfeito e que só precisa aprender a aprimorar o seu espírito e escolher aquilo que realmente lhe define como pessoa.
É o que você é e o que sente que pode transformar seus dias.
Esqueça a ganância e vá ao seu tempo.
Existe a hora certa pra tudo.
Preste atenção nas pessoas que lhe são raras.
Crie laços verdadeiros. Não suponha, não critique, tente compreender o próximo para que também seja compreendido.
Doe-se sempre sem esperar recompensas. A vida saberá lhe agradar quando você merecer.
Dias ruins acontecerão, mas não serão o fim do mundo nem o fim dos seus sonhos.
Supere as adversidades e mantenha a fé e a humildade tanto no falar quanto no agir.
Escute mais e faça com que as pessoas sintam sua verdadeira energia. Sintam que você realmente está disposto a ser mais disposto consigo mesmo.
Transfira conhecimento e saiba se posicionar diante do que lhe for pedido.
Mas seja humano seja inteiro seja digno.
Mantenha intervalos emocionais.
Se aquiete, silencie.
Respire, medite.
Busque sua válvula de escape em coisas que te façam bem. Que te tragam o alivio pra alma.
Peça paz e abundância espiritual. Agradeça.
A maneira como você desenha e enxerga o mundo não te impedirá de rasurar-se muitas vezes.
Mesmo assim, siga em frente e não se detenha.

Sil Guidorizzi..

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Tenho feito minha parte..

Tenho feito minha parte.
Mesmo que não me agradeçam mesmo que não reconheçam. Acho que o plano é continuar caminhando sem ficar lamentando. O plano é não fazer planos e segurar na mão de Deus.
O sentimento de dever cumprido já é suficiente para que eu me mantenha com a consciência tranquila.
Estou lendo o livro E a vida continua de Chico Xavier, ditado pelo espírito André Luiz.
A única coisa certa nessa vida é que um dia todos passaremos para o outro lado. 
Então, deixe-me rir à toa. Deixe-me aqui onde forças maiores me colocaram e eu apenas obedeci.
As marcas que carrego são minhas, as dores que superei me fizeram melhor.
Os tombos serviram de aprendizado e o elevar a cada dia faz meus pés caminharem com a necessidade do tempo.
Deixe-me assim, porque Deus sabe o que é melhor.
Não vou perturbar o momento de ninguém se a porta estiver fechada, não vou colocar cadeados nem trancas em meu coração se ele estiver disposto a viver mais e melhor.
Um dia após o outro, um olhar atrás do outro. Assim são os dias. Por vezes irreconhecíveis por vezes tão empolgantes e cheios de sensações que não se mensuram.
Não dependo do humor de ninguém pra viver. Mas dependo de mim para muitas coisas.
Eu ando com urgências com querências, com o peito aberto pra vida ditar o que vem pra mim.
Prefiro não dizer nada, prefiro distanciar aquele sentimento que já foi e nunca mais vai voltar.
Estou aceitando cada pedacinho de alegria e lição espiritual que tenho recebido.
Aquela música que vem e chega de repente em meus ouvidos me acalma o coração. A saudade por vezes desenhada nos muros a giz me faz lembrar que sou humana, e que aprendi a vivenciar, aprendi a sentir e se preciso for deixar ir.
Minha escola tem sido a vida. 
A sabedoria vem sido colhida com o que ando angariando com minhas atitudes, com o que vou conhecendo e reconhecendo através das pessoas, dos lugares, dos edifícios muitas vezes sem portas e janelas; dos silêncios transbordantes num final de tarde e dos pensamentos que vão tão longe quanto o não saber por onde ir.
O que eu sei é que preciso de prece, preciso de luz e boas vibrações. Preciso entender que ao pisar no solo da vida é imprescindível agradecer. Agradecer pelo menor milagre diário, mas que tanta coisa boa fez por mim.
Tenho feito minha parte. Tenho mais consciência das coisas que preciso.
Talvez seja de muito pouco. Talvez seja só de paz interior e um canto com o reflexo do amor me iluminando.
Tenho me esforçado. Tenho evitado muita coisa.
Graças a Deus tenho me respeitado mais e dado a mim coisas que melhoram cada dia meu viver.

Ela só quer se encontrar..

Se o caminho é dela, deixe-a passar.
Tem coisas que ninguém viverá por ela.
Ela só quer se encontrar..

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Tenho aprendido..

É só vontade de voltar pra casa.
Vontade de espalhar os sonhos por sobre a cama e me deitar com o coração menos machucado, menos dilacerado, menos ofendido.
Como é bom amadurecer pra certas coisas, como é bom silenciar enquanto muitos esperam mais do que isso..
Tenho redobrado a atenção, tenho me policiado mais.
Tenho descoberto sempre um novo amanhecer dentro de mim.
Tudo pode ser cortante, tudo pode ser mais suave.
Tudo vem como deve ser.
Talvez seja por isso que hoje eu me sinta mais liberta e mais conectada com coisas mais amenas.
Fecho os olhos, respiro fundo e agradeço.
Não me recrimino. 
Tudo é um continuar de onde muitas vezes me interrompi.
Talvez minha alma tenha a extensão do que Deus quer, e do que eu preciso.
Tenho aprendido.
Sil Guidorizzi..

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Já fui mais ansiosa..

Já fui mais ansiosa. Já questionei demais.
Hoje ao ver a vida de um modo diferente, me sinto como se o plano de Deus fosse único pra mim.
Porque eu sei que cada um tem seu traçado, suas escolhas, tem aquilo que é escrito.
Foi aí que aprendi a merecer cada conquista, cada sorriso, cada andar descalço pela casa.
Não porque precise provar algo a quem quer que seja. 
É que eu descobri que eu posso muita coisa quando me encontro com as coisas menos gananciosas, quando junto meus esforços e me transformo em alguém melhor.
Sil Guidorizzi..

Só eu sei..

Só eu sei as coisas que sinto. As coisas que com o coração partido tive que deixar ir.
Só eu sei como doeu romper com aquilo que me segurava que me transbordava e preenchia cada lacuna do coração.
Só eu sei o que ninguém imagina o que ninguém vê e como no caos de alguns dias aprendi a sobreviver.
Mesmo assim não faço alarde.
Só peço luz e proteção ao meu bom Deus.
Sigo com humildade, sigo relevando algumas coisas e pertencendo a outras.
Alguns dias foram intermináveis e cheios de tudo que parecia levitar a alma.
Era como se tudo se resumisse no habitar do olhar mais macio e profundo, no que a vida trouxe sem forçar.
No que se juntou feito peça do destino.
Só eu sei como por vezes dói à falta que o oposto faz.
Sil Guidorizzi.. <3