terça-feira, 2 de agosto de 2016

Às vezes eu quero ser brisa..

Às vezes eu quero ser brisa em meio a tempestade. Quero voar mesmo que seja de asa quebrada. Quero parar de envelopar sentimentos. Quero esquecer coisas que ainda permeiam o coração.
Às vezes quero ser menos tola e mais dona de mim. Quero pouco, quero caminhar sem tanto peso, sem tanto alarde.
Quero contraste, quero sentir saudade de coisas que ainda tenho certeza que baterão na porta do meu olhar.
Às vezes não estou pra ninguém. Às vezes me aninho no colo de Deus. Às vezes mudo de humor conforme a lua muda de fase. Sou cheia de viagens, pressentimentos, ideais.
Às vezes me sinto criança, sinto cheiro de infância. Às vezes a vida me interpela demais.
Então, fico na ponta dos pés e observo de longe as coisas que podem ser meu destino. Estou comigo. Creio no poder divino. Ele sim, sabe o que faz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário