sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Solto tudo num suspiro profundo..

Poderia ficar por horas olhando na mesma direção sem prestar atenção em mais nada que não fosse minha existência.
Não tentaria adiantar nem atrasar o relógio do tempo. Ele tem o controle do que Deus tem em mente.
Respiro bem fundo aquele amontoado de coisas e pensamentos..
Solto tudo num suspiro profundo.
Por onde andará aquele amor antigo. Em qual terra o coração se reconhecerá no íntimo. 
Sinto falta daquela música que me fazia dançar sem comprometimento algum com nada que não fosse minha paz de espírito.
Sinto falta das longas conversas. Da temperatura da atmosfera quando o assunto é amor.
A estrada tem sido longa.. Os silêncios por vezes me chamam pra fugir um pouco da realidade lá fora.
Sem desespero, sem pressa, sem culpa.
Mas ninguém pode roubar meus sonhos. Ninguém pode viver as coisas que vivo aqui dentro em segredo.
São coisas que me movem mas não me aprisionam.
No fundo são relíquias que o coração armazenou e não mais dividiu com ninguém..

Nenhum comentário:

Postar um comentário