sábado, 17 de junho de 2017

Não nasci pronta..

Sou aquele tanto que ninguém viu, aquele pouco que muito surpreendeu.
Sou o avesso de muitas coisas.
Sou o antes e o depois de muitos sentimentos que não me convenceram bem.
Não nasci pronta, mas fui aprendendo com o tempo.
Nada em mim desmerece a força de Deus.

Amor-próprio e fé demais não fazem mal a ninguém. E que Deus nos proteja!

Amor-próprio e fé demais não fazem mal a ninguém. E que Deus nos proteja!: Não vivo em um mundo de Alice. Vivo em um mundo de mulheres guerreiras que vão para cima e embarcam naquilo que desejam. E cada uma dessas mulheres possui

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Sinto algumas saudades..

Hoje ao olhar pro tempo me vejo em muitas coisas.
Sinto algumas saudades e procuro esvaziar o que transbordou.
Já não pressiono a vida, nem me impressiono com coisas fúteis e sem sentido pra alma.
As pessoas adoecem quando não se cuidam e precisam parar de bater sempre na mesma tecla, querendo provar que sempre tem razão.
Eu vejo sim, as nuances de Deus e os benefícios que ele proporciona em meu espírito.
Por isso perdoo me perdoo e prefiro amanhecer com o sentimento de que sempre vai haver uma nova chance me esperando em algum lugar deste plano.
Eu só desejo ser acolhida em amor e luz dentro de cada agradecimento e cada amém.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Vai dar certo..

As coisas vão acontecendo por fora, e o coração vai se modificando por dentro.
Aprendi a parar de interrogar o tempo.
Agora o que for pra ir vai.
O que for pra ficar fica.
Fiz um pacto com minha alma, fiz um acordo de paz com os dias.
Sinto que vai dar certo. 
Sinto que o incerto também caminha.

Sil Guidorizzi.

Eu acredito em milagre..

Eu acredito em milagre.
Acredito na força superior que rege a vida.
Eu acredito que tudo é transitório mesmo que algumas coisas se mantenham eternas dentro de nós.
Porque na verdade somos nós quem fazemos nossos dias, somos nós quem sabemos de nossos sentimentos.
Acho que Deus só quer que a gente plante mais sementes do bem e colha mais amor.
Que a gente aprenda a ter mais fé mesmo reconhecendo que nem sempre tudo será fácil.
No fundo mesmo sendo passageiros do tempo, a gente pode fazer inúmeras viagens dentro de nós mesmos.
Temos que aprender a acreditar e confiar, e manter o olhar pro mundo mais sereno..

sábado, 3 de junho de 2017

Está tudo bem..

Eu nunca precisei medir ninguém pra saber o tamanho do seu valor.
Eu nunca precisei limpar os pés de ninguém para conseguir alguma coisa.
Eu não vejo necessidade de querer ser o que não sou, não vejo necessidade de fingir o tempo todo só pra mostrar um mundo que eu não sei viver.
Eu faço meu momento, opto por aquilo que quero e não sinto a mínima necessidade de ficar me justificando do porque ser assim.
Assim como respeito à individualidade de cada um gosto que respeitem a minha.
Não vivo num mundo cor de rosa.
Ele não existe. Por vezes o coração desbota e a tinta vai ficando gasta.
Gosto de atravessar minha porta e saber que meu desarrumado continua ali.
Gosto da minha consciência conversando e mostrando que não prejudiquei ninguém.
Que meus alardes soam como forma de buscar aprimoramento.
A diferença está entre captar as coisas que a vida mostra e viver de acordo com aquilo que se quer pra si.
Posso fazer mil viagens dentro do pensamento ao mesmo tempo. Posso dançar a noite inteira e mesmo assim não sentir vontade de dormir.
Eu já tentei muitas coisas, e desisti de verdade daquilo que realmente machucou lá no fundo.
Eu não me iludo mais apesar de por vezes sentir vontade de sonhar e descansar nos braços da paz.
Talvez eu possa. Talvez eu mereça talvez eu deva depois de um tempo de desconstrução, me reconstruir.
Acho que agora um café vai bem. Não dizer muitas coisas também. Perceber Deus cuidando de mim me alimenta me reconforta.
Está tudo bem.
Ando de um jeito em que os dias não se repetem mais dentro de mim.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Aprendi..

Aprendi a colocar elegância em minha indiferença.
Aprendi a não dar linha pra quem não sabe costurar.
Aliás, se alguns machucados já suturaram e fecharam, não vejo necessidade de ir lá abrir novamente aquela ferida.
Dar a volta por cima ainda é a melhor resposta pra quem acha que a gente nunca irá sair do mesmo lugar.

Ela acordou assim..

Ela acordou assim...
De um jeito peculiar e singelo, decidiu que já era hora de atravessar aquela ponte que dava pra um lugar mais seguro e verdadeiro.
Ela olhou-se no espelho, ajeitou o semblante e não fez força ou menção de reclamar.
Ela vinha duvidando dela mesma, de algumas coisas, vinha tentando entender por vezes o próprio destino.
Foi quando ela percebeu que o que vem sendo traçado foi um tratado com o alto, por isso não poderia questionar, mas por vezes poderia pedir água, jogar a toalha, ou descansar sob a sombra das próprias dúvidas. 
Ela foi moldando os dias, recuperando aquele tempo que apesar de ter passado não foi perdido.
Muitas vezes ela olhou pro céu e fez vários pedidos. 
Chegou a jogar a moeda da sorte dentro daquela fonte pra ver se aquele desejo aconteceria.
Na verdade muita coisa deu errada e muita coisa deu certo demais.
O que ela espera é o que vem dela mesmo. O que ela deseja, vem das coisas que ela enxerga ao abrir o olhar curioso pela manhã.
Ela tem ouvido os sons da vida, tem dançado ao relento; ela não se importa com a tempestade forte, com o norte ou o sul que a vida lhe permitirá.
Ela já foi mais descuidada, mas soube retomar as rédeas do coração, por vezes tão desarrumado e desajeitado feito desalinho de alma que não vê mais saída.
Talvez ela entenda que toda aquela bagunça também tenha sido culpa sua. Por ter permitido coisa demais e alguns excessos que trasbordaram o peito.
Ela juntou aqueles recortes de jornal, mudou as coisas de lugar, enfeitou a mesa da cozinha com aquela xícara que trouxe da última viagem e fez questão de preparar um café só pra ela, como se não houvesse nada além das coisas dela e das coisas que ela gostaria.
Ai ela percebeu que precisa se agradar sempre, mas que não precisa de sacolas abarrotadas de pertences que na verdade só vai ocupar espaço em seu mundo precisando de mais amor, mais cor, mais aprimoramento.
Ela descobriu que é mais fácil sentir a vida limpa de tudo, de pés mais soltos e coração apreciando mais o seu mundo.
Foi quando ela decidiu sair e andar por aí sem dar satisfações, sem precisar olhar pro relógio ou ficar preocupada com o que vão pensar.
Ela é dela. A soltura que sente é liberdade adquirida. 
A única coisa que ela quer é suspirar e sentir a abundância da sua vida.

Sil Guidorizzi..


Eu quero o brilho do sol...

Se for pra viver uma vida tumultuada de tristeza e poda, prefiro replantar meu jardim e fechar a porta pro que já deu.
Eu quero o brilho do sol e menos fardo nas costas.
Quero viver o que realmente é meu.


sábado, 27 de maio de 2017

Procura-se um amor..

Procura-se um amor.
Recompenso com o coração de quem está disposta a fazer alguém feliz.

Sobre a vida..

Sobre a vida..
Ela sempre segue.
De um jeito ou de outro.
Deve ser porque a gente ainda está aqui e precisa aprender a se cuidar, a se desobrigar de certas coisas.
Deve ser porque não temos certezas.
Vivemos de nós mesmos.
Vamos nos continuando.

Sil Guidorizzi..